Eu sempre quis… você!

– Sabia que eu ainda não esqueci aquele dia? Eu me abri pra você, me expus e você me diz que tinha namorado. Já faz muito tempo, eu sei, mas me lembro como se fosse hoje…

– Eu também. Penso naquele dia até hoje, em como teria sido…

– Pensa? Pensa nada! Foi você quem não quis ficar comigo.

– Eu não podia. Estava namorando, não seria legal.

– Mas, quando voltei de viagem, você não saía da minha cabeça. Precisava te ver, tentar. Terminei o namoro e fui aí te procurar.

– Você veio? Quando?

– Acho que uma semana depois, mais ou menos. Te liguei várias vezes. Você não atendeu, nem retornou.

– Não sabia disso. Sim, eu te evitei por um tempo. Estava sem graça, me sentindo rejeitado.

– Bobo. Mal sabia que você era tudo o que eu queria. Fui aí para te dizer isso. Para ficar com você.

– Não é possível! Achei que você nem se lembrava mais, que nunca tinha pensado em mim…

Você não tem ideia… sempre tentei falar com você sobre isso, mas você sempre fugia do assunto, desconversava…

Sim, eu fugia, porque sempre achei que você não quisesse nada comigo. E, a cada vez que nos falávamos, eu via que você ainda mexia muito comigo e ficava louco, perdia o rumo…

– Sabe a minha última namorada? Pois é, foi o relacionamento mais longo que eu já tive. Quando terminamos, eu sofri. Mas nada comparado ao que sofri por não ter te tido aquele dia. Nunca nem sequer ficamos e eu nunca te esqueci. Você me marcou mais que qualquer outra pessoa…

– Você também. Achei que soubesse disso.

– Não, não sabia. Como fui rejeitado, achei que você queria só amizade.

– Ai, que mania de rejeição. Pare com isso! Te expliquei tudo naquele dia. Você não quis entender, achou que era desculpa. Tentei conversar com você várias vezes depois… Mas esta sua ideia fixa (ou trauma – sei lá!) não te deixou ver…

Nossa, não acredito! Sempre quis tanto ouvir isso de você! É quase surreal saber que você queria também… e delicioso…

Pois é. Eu quis, quis muito. Tentei. Uma pena tantos desencontros…

É tudo o que eu sempre quis. Ainda quero… eu, eu… a gente podia… ah, nem sei o que dizer ou falar…

– Não precisa dizer nada agora. Só te peço uma coisa: não suma. Te conheço, você está assustado, confuso e vai querer sumir. Me evitar de novo. Por favor, não faça isso.

– Não, não vou. Prometo.

– Oi, sumi, né? Você estava certa, eu me assustei, muitas dúvidas, medos. Mas estou aqui agora. De volta.

– Você ainda me quer? Prometo que não faço mais isso…

Anúncios

48 Respostas

  1. Que história boa!

    Quando a distância entre eles for aquela que a mão já alcança, ninguém mais foge. Certeza!

    Gostei demais disso, desses pingos nos is, do jogo aberto na mesa. Esse é o caminho.

    Beijos, querida.

    ℓυηα

    20/08/2009 às 13:56

    • Menina Misteriosa

      Luna,
      E sabe o que foi mais bacana? Assim que postei aqui, fui visitar alguns blogs, entre eles, “As muitas fases de Luna” e li o “Fase de Confissão – Lua Nova”.
      Tem tanto a ver com o momento dos personagens… a confissão, os desencontros… Uma “coincidência” deliciosa!
      Bom final de semana pra você, moça!
      Beijos

      21/08/2009 às 11:25

  2. Ah… o medo…

    Como ele continua impedindo as pessoas de viverem plenamente…

    Mas como as pessoas ainda permitem isso? Que triste para esse casal…

    Mas e aí? Ela o aceitou? Fiquei curiosa!! rs

    Beijos, menina!!

    20/08/2009 às 15:23

    • Menina Misteriosa

      Pois é, Sweet, ô sentimento que gosta de atrapalhar… credo!
      Acho que algumas pessoas nem percebem que estão deixando de viver! Estão tão acostumadas a só existir sob o controle do medo que nem conhecem outro tipo de sensação…
      Também estou curiosa. Eles ainda não se encontraram… mas espero que aconteça logo!!!!
      E, assim que eu souber como foi, eu venho aqui contar!
      Beijos, linda!
      Bom final de semana…

      21/08/2009 às 11:30

    • É.. você disse bem! As pessoas se acostumam com a situação “morna” e vai levando assim…

      Fazer o quê né.. espero que um dia todos tenham consciência de que não precisa ser desse jeito, não é tão complicado quanto fazem parecer!

      Oh, por favor não deixe de nos contar a continuação.. rs

      Bom final de semana pra você também, beijocas.

      21/08/2009 às 15:41

    • Menina Misteriosa

      Sweet,
      Também torço para que isso aconteça. Só depende da gente descomplicar um pouco as coisas…
      Pode deixar, conto sim!!! :)
      Gosto muito de seus comentários, viu? Muito mesmo… obrigada!
      Beijos

      21/08/2009 às 17:15

  3. Engraçado, que também só te conhecia por lá.
    Gostei daqui também…Essa história, hein?
    Parece até que conheço. rsss
    Beijas

    20/08/2009 às 16:21

    • Menina Misteriosa

      Ei, Ninah!
      Agora que conheci seu blog, vou estar sempre por lá… muito bom!
      Pois é… depois que postei este texto, recebi alguns e-mails e fiquei sabendo que situações como esta acontecem mais do que imaginamos… uma pena!
      Gostei muito da sua visita… volte mais vezes!!!!
      Beijos

      21/08/2009 às 11:32

  4. J.R

    A invisibilidade do meu texto… Assemelha-se com o sumiço do rapaz do seu… Coisas nossas..coisas de homens (indecisos? Inseguros? Precavidos?) Não sei.

    20/08/2009 às 17:08

    • Menina Misteriosa

      J.R.,
      Pensei justamente nisso quando li seu texto!
      E eu também não sei o motivo…

      21/08/2009 às 11:34

  5. Tanta indecisão…
    No amor raramente nos é concedida uma segunda oportunidade!
    Não esperes mais!!!

    Beijos…

    20/08/2009 às 17:44

    • Menina Misteriosa

      Verdade, A.S.! Espero que eles percebam isso e saibam aproveitar!
      Que surpresa boa você por aqui… dei um pulinho lá no seu blog e gostei… você escreve muito, muito bem!!!!
      Obrigada pela visita e volte sempre!
      Beijos

      21/08/2009 às 11:44

  6. simplificando:

    verde: ande
    amarelo: atenção
    vermelho: pare

    tão mais simples, né?

    ah, seres humanos …

    20/08/2009 às 18:55

    • Menina Misteriosa

      A gente gosta de complicar… até o que poderia ser tão descomplicado assim, até as coisas que dependem apenas dos sentimentos pra existir…
      É… vai entender! ;)
      Beijos

      21/08/2009 às 14:28

  7. Covarde esse homem, não?

    Meio termo, meia boca…
    Onde há amor, não há medo.

    ;)

    20/08/2009 às 21:30

    • Menina Misteriosa

      É, Mary, parece que o moço tá um pouco perdido…
      E, se for amor, tudo vai ser superado!
      Beijos, linda!
      (estava com saudades das suas visitas)

      21/08/2009 às 14:31

  8. Dil Santos

    Oi menina, ai que lindo, adorei
    Que bom que voltou, rsrsrs
    Os meus me entregam direto, ñ tenho para onde correr, rsrs
    Vc tá bem?

    Bjos
    :)

    20/08/2009 às 21:43

    • Menina Misteriosa

      Dil, fico feliz que tenha gostado! E saiba que estarei sempre por lá…
      Eu estou bem. Mas precisando de umas férias!!! ;)
      E você, como está?
      Beijos

      21/08/2009 às 14:34

    • Dil Santos

      Que bom que esteja bem.
      Nem me fale me férias, estou precisando desesperadamente.
      As minhas serão em Setembro, dia 17, ñ vejo a hora.
      Então, sou um artista completo, desenho, escrevp, pinto, cozinho, canto (no chuveiro) e danço( eletro, kkk)
      Eu costumava sempre postar alguns poemas meus, dei um tempinho e foquei nos textos, mas uma vez ou outra eu acrescento algum.
      Ah, faz um favor pra mim.
      Eu estou tentando responder os recados da mocinha Sentimental e ñ estou conseguindo, está bloqueado, fala com ela por favor, rsrs
      Brigado amore
      Bjão

      :)

      23/08/2009 às 21:21

    • Menina Misteriosa

      Ôba… então as suas férias estão quase chegando! :)
      Eu vi mesmo… e gostei bastante dos seus poemas… bom conhecer este seu lado tão inspirado!
      Quanto à Sentimental, já falei com ela. Parece que está tudo normal no blog dela, tente de novo. (e se não conseguir, me avise)
      Boa semana pra você,
      Beijos

      23/08/2009 às 23:12

  9. claro q quer………
    o medo e a insegurança são sentimentos inerentes ao ser humano, e qualquer situação q saia do controle, da zona de conforto, faz a pessoa se afastar, pra ela o motivo é gigante, pro outro parece nada até, mas os resgastes fazem parte, e as segundas e terceiras chances de ser feliz estão aí, é só agarrar.
    bjs

    21/08/2009 às 01:42

    • Menina Misteriosa

      Sentimenal, ela diz que não… mas eu também acho que quer! :)
      Sensacional o que você escreveu… sobre a zona de conforto… e sobre o motivo ser gigante para uma pessoa e a outra achar que não significa nada… Só quem vive a situação, sabe, né?
      Bom final de semana,
      Beijos

      21/08/2009 às 14:42

  10. Também gosto das coincidências de idéias, porque a gente pode chamar de sintonia. ;)

    Beijos de sexta, minha flor.

    ℓυηα

    21/08/2009 às 17:14

    • Menina Misteriosa

      Luna,
      Muita sintonia! E eu estou adorando isso…
      Beijos ;)

      21/08/2009 às 17:27

  11. Mas é, é natural do ser humano ficar num espaço q se sente seguro, nem q pra isso ele precise [involuntariamente] magoar os outros.
    beijos

    21/08/2009 às 17:29

    • Menina Misteriosa

      Pois é… por isso achei tão legal seu comentário!
      Muita gente, por não entender, não respeita as atitudes ou vontades do outro… e esquece que, às vezes, não há maldade…
      beijos

      21/08/2009 às 17:34

  12. a maldade fica por conta de quem se sente injustiçado/prejudicado.
    não adianta, ambos comportamentos são defesas.
    bjs

    21/08/2009 às 17:36

    • Menina Misteriosa

      É mesmo, Sentimental, ambos comportamentos são defesas… não tinha pensado desta forma!
      Bom demais este nosso bate-papo… vai me mostrando um outro lado…
      Gosto muito da sua maneira de pensar e das suas opiniões!
      Obrigada por vir aqui dividir isso comigo!
      Beijos

      21/08/2009 às 17:50

  13. Verdade, está bom mesmo. ;)
    Mas a delícia de saber outras opiniões é poder enxergar o outro lado das coisas, q até então estava ofuscado pela nossa opinião formada sobre tudo [só um pouquinho de Raul], mas é claro q nisso está tmb o direito de não concordar, né?
    beijos

    21/08/2009 às 18:10

  14. Tive um deja-vu!
    E honestamente, fiquei sem palavras pra comentar.
    Surreal foi me ler agora.

    É sempre ótimo te ler!

    beijos beijos.

    :*

    22/08/2009 às 02:12

    • Menina Misteriosa

      Luna,
      Acho muito bacana estas ‘coincidências’… e espero que sua história tenha tido um final feliz!
      Muito obrigada, lindinha! Eu adoro ter você aqui!
      Beijos

      23/08/2009 às 19:36

  15. Eric R.

    Muito interessante seu texto.
    Esses encontros e desencontros da vida são rotineiros,mas indecisão demais é prejudicial,como diz uma música da Shakira” espero que não espere que te esperes até depois dos meus 26, a paciencia ja tera ido até os pés…”
    Todos com suas esperanças e modos de ser né!
    por mais que haja amor puro e verdadeiro compartilhado,creio que a outros sentimentos que também devem ser divididos e esse “vai e volta” do tipo te amo mais vou embora e volto depois, não deve.
    É a vida.
    Beijos minha querida.
    Uma ótima semana :D

    24/08/2009 às 11:20

    • Menina Misteriosa

      Eric, realmente a indecisão cansa. Atitudes fazem falta, sejam acertadas ou não, são importantes, é uma forma que temos de mostrar que nos importamos. Acho que a falta de atitude é que acaba com a paciência.
      Difícil é entender o “te amo, mas vou embora”, né?
      Beijos ;)
      Boa semana pra você!

      24/08/2009 às 13:29

  16. Dil Santos

    Ai menina tá pertinho, já planejei tudo, onde vou, quando vou, o que vou levar, rsrs
    Então, eu sempre gostei de escrever pormas, os primeiros são um porcaria, mas depois fui me aprimorando, tendo mais inspirações, rsrs.
    Aí viciei em escrever, textos, poemas, rabiscos, rsrsrs
    Ah, ñ deu certo, continua estando bloqueado, acesso permitido somente para condidados, rs.
    Fala pra ela que é muito bom rodopiar num abraço, é perfeito, rsrsrs.

    Bjos para vc’s

    :)

    24/08/2009 às 12:45

    • Menina Misteriosa

      Dil, bom saber que já está tudo planejado e ver sua animação!!!!! :)
      Quanto ao seu vício de escrever, continue sempre, você o faz muito bem!
      Sobre o blog da Sentimental, não entendo o que está acontecendo. Que eu saiba, ele não é só pra convidados. Você já tentou acessá-lo pelo link que está aqui no blog na coluna à direita? Tente, veja se dá certo. Ou copie http://sentimentosqueviramletras.blogspot.com/
      Espero que funcione!
      Beijos

      24/08/2009 às 13:32

    • Dil, clica aqui no meu nome ou então segue os links…
      mas ó, rodopiar é mesmo muito maravilhoso.
      beijos

      24/08/2009 às 17:10

  17. amigadocafa

    Adorei o diálogo.
    O medo da rejeição nos
    faz perder momentos incríveis.
    Podíamos ser tão mais felizes, mas o danado do
    ” medo”…
    Como dizia Vinícius de Moraes : ” A vida é a arte do encontro,
    embora haja tanto desencontro pela vida.”
    E vamos seguindo….

    24/08/2009 às 16:08

    • Menina Misteriosa

      Ah, adoro esta frase do Vinícius… aliás, toda a obra dele me encanta.
      É… o medo… sentimento perverso…
      Obrigada, amiga!
      Bom te ter aqui,
      Beijos

      25/08/2009 às 00:26

  18. Dil Santos

    Menina já consegui, rs
    Ela me mandou um e-mail com o link e foi.
    Estava sem entender, quer dizer continuo, pq tem dias que estou tentando acessar e sempre eu era barrado, rsrs.
    Mas já nomalizou, rs
    Pode deixar que continuarei, quem sabe não lance um livro,kkkkkkkkkkk
    Eu estou com muita ansiedade, eu sofro demais com isso, pq fico com vontade de comer, depois o medo de engordar, aí a neurose ataca, kkkkkkkkkkk
    Brigado pela ajuda

    Bjos

    :)

    24/08/2009 às 19:09

    • Menina Misteriosa

      Ôba, Dil… bom saber que deu certo!
      Tá ansioso pela chegada das férias? É isso?

      25/08/2009 às 00:34

  19. Desencontros são muito comuns. Acho que bem mais comuns do que os encontros que dão certo, por isso é importante valorizar quando algo se encaixa tão bem. Quando as circunstancias são favoraveis é melhor aproveitar logo e não complicar.
    Obrigado pela visita.
    Abraços.

    25/08/2009 às 10:21

    • Menina Misteriosa

      Oi, Fábio!
      Sim, temos que valorizar os encontros e as chances… não dá pra desperdiçar, né? ;)
      Adorei seu espaço…
      Obrigada por vir me visitar, espero que volte mais vezes!!!!
      Beijos

      25/08/2009 às 11:26

  20. essa caixa de comentários tá lotada, mas não poderia deixar de manifestar minha opinião sobre esse texto, por motivos óbvios: é muito bom! eu fico pensando em quantos relacionamentos não se concretizaram por medo, ou então por simples mal-entendidos. a comunicação pode ser nossa redenção, ou nossa nêmesis: a escolha é do freguês.

    gostei da premissa do blog. de vez em quando uma ou outra “menina misteriosa” vem no meu, faz um comentário daqueles que te deixam apaixonado e vão embora sem deixar pistas. às vezes gosto de pensar que, de um encontro desses, poderia sair algo sobre o qual valha a pena escrever.

    abraço, e continue com o bom trabalho.

    25/08/2009 às 22:41

    • Menina Misteriosa

      Oi, Victor!
      Fico feliz que tenha gostado! :)
      Pois é, comunicação e diálogo são as bases, são essenciais para um bom relacionamento – seja em casa, no amor, no trabalho…
      Muito obrigada pela visita… espero que volte sempre!
      Estou indo lá agora conhecer o seu…
      Boa noite,
      Beijos

      25/08/2009 às 23:02

  21. Tens razão … é preciso desapegar do passado, para atrairmos coisas novas!
    Parabéns pelo blog.
    bjos

    27/08/2009 às 17:56

    • Menina Misteriosa

      Oi, Juliana!
      Muito obrigada… pelo carinho e pela visita!
      Beijos

      28/08/2009 às 12:32

  22. Ivan

    Bom esbarrar em teu blog. Eu precisava muito ler o que acabei de ler. Obrigado!

    Um abraço!

    Ivan

    30/08/2009 às 02:59

    • Menina Misteriosa

      Oi, Ivan!
      Que bom saber disso… fico feliz que tenha gostado! :)
      Volte mais vezes, gostei muito da sua visita…
      Boa semana,
      Beijos

      30/08/2009 às 22:25

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s