Amor [próprio*] para recomeçar

O vestido foi comprado especialmente para aquela noite. Valorizava ainda mais seu corpo, insinuante, sem ser vulgar. A sandália abraçava seu pezinho delicado. Cabelos soltos, levemente rebeldes. Maquiagem suave, porém marcante. O batom delimitava seus lábios grossos e os deixava ainda mais salientes. Por fora, estava pronta. Por dentro, tremia. Hoje, pela primeira vez, iria encontrá-lo desde que terminaram.

– Uau, você está maravilhosa! Estou até com ciúmes. Se ainda estivéssemos juntos, nem deixaria você sair de casa assim, tão, tão… tão linda!

Ela apenas o cumprimentou com um beijo no rosto, fingindo nem dar importância ao comentário. E seguiu.

No começo, sentiu a falta dele ao chegar sozinha à festa. Depois, ficou um pouco desconfortável quando, a cada pessoa que cumprimentava, tinha que ouvir a mesma pergunta: “Vocês terminaram? Que pena, formavam um casal tão lindo! O que aconteceu?”.

Neste dia, ela percebeu o quanto estava sentindo falta… Dele? Não. Dela mesma. E como estava feliz por ter se reencontrado. Aproveitou a festa como há tempos não fazia… dançou, bebeu, conversou, conheceu novas pessoas. Estava se sentindo livre.

Ela havia recuperado sua estima, sua confiança. Aquele sorriso largo e espontâneo de antigamente voltou a seu rosto. E o brilho em seus olhos indicava que era apenas o início… de uma nova e deliciosa fase de sua vida!

O título remete a uma música do Frejat que eu adoro – Amor pra recomeçar

* Mudei o título em homenagem à Sweet e a Luna que completaram meus pensamentos… Espero que tenhamos todos “Amor próprio pra recomeçar”… sempre!

Anúncios

36 Respostas

  1. ela conseguiu sorrir pra ela mesma. conseguir beijar seu próprio rosto. conseguiu vestir seu próprio vestido
    e o melhor, pagou sua própria bebida!

    ótimo!

    06/10/2009 às 22:53

    • Menina Misteriosa

      Marcelo,
      Fico feliz que tenha gostado.
      Bom ter você aqui…
      Boa semana,
      Beijos

      13/10/2009 às 18:28

  2. Sil

    Eu te desejo
    Não parar tão cedo
    Pois toda idade tem
    Prazer e medo…

    E com os que erram
    Feio e bastante
    Que você consiga
    Ser tolerante…

    Quando você ficar triste
    Que seja por um dia
    E não o ano inteiro
    E que você descubra
    Que rir é bom
    Mas que rir de tudo
    É desespero…

    Desejo!
    Que você tenha a quem amar
    E quando estiver bem cansado
    Ainda, exista amor
    Prá recomeçar
    Prá recomeçar…

    Eu te desejo muitos amigos
    Mas que em um
    Você possa confiar
    E que tenha até
    Inimigos
    Prá você não deixar
    De duvidar…

    Quando você ficar triste
    Que seja por um dia
    E não o ano inteiro
    E que você descubra
    Que rir é bom
    Mas que rir de tudo
    É desespero…

    Desejo!
    Que você tenha a quem amar
    E quando estiver bem cansado
    Ainda, exista amor
    Prá recomeçar
    Prá recomeçar…

    Eu desejo!
    Que você ganhe dinheiro
    Pois é preciso
    Viver também
    E que você diga a ele
    Pelo menos uma vez
    Quem é mesmo
    O dono de quem…

    Desejo!
    Que você tenha a quem amar
    E quando estiver bem cansado
    Ainda, exista amor
    Prá recomeçar…

    Eu desejo!
    Que você tenha a quem amar
    E quando estiver bem cansado
    Ainda, exista amor
    Prá recomeçar
    Prá recomeçar
    Prá recomeçar…

    Na verdade,.. é sempre o amor por nós mesmos que sempre recomeçamos a caminhar… sempre recomeçamos do nada… sempre seguimos adiante, independente da companhia….

    Bjos – estou por aqui….

    ;)

    06/10/2009 às 23:23

    • Menina Misteriosa

      Oi, Sil…
      É isso mesmo. É o mais importante. É o que nos ensina e nos dá forças pra levantar, continuar em frente! :)
      Obrigada, linda!!!!
      Beijos

      13/10/2009 às 18:31

  3. é muito bom voltar aqui..
    Belo texto, gosto do teu blog.
    Tenha um ótimo dia,
    Maurizio

    07/10/2009 às 06:09

    • Menina Misteriosa

      Que bom, Maurizio, volte mais vezes!
      beijos

      13/10/2009 às 18:36

  4. Mariana

    E será!!! tenho certeza de que será uma maravilhosa e linda fase de sua vida…como todas as outras foram.

    Porque, cada uma têm seu valor, sua peculiaridade… que nos agrega, que nos ensina, que nos molda… podem até nos fazer chorar, mas que serão sufocadas pelo momento seguinte que nos fará sorrir mais uma vez e mais uma vez e mais uma vez…

    Sempre para nos fazer mais e mais felizes!!! =)

    Mistérios, é sempre uma alegria imensa ter seus comentários no meu blogger! Fico feliz de verdade por ver suas palavras por lá.

    Um beijão querida!!!

    07/10/2009 às 08:10

    • Menina Misteriosa

      Mari, será sim.
      Às vezes, no calor do momento, a gente não percebe o quanto uma determinada experiência agregou. Mas sempre nos ensina, nos faz crescer.
      Eu que adoro ir lá, te ler, comentar. É tudo de coração, viu?!
      Boa semana,
      Beijos

      13/10/2009 às 18:41

  5. Exatamente, linda Menina!

    É o amor-próprio que deve haver sempre, nos permitindo recomeçar a qualquer momento que seja necessário!

    Parabéns para essa garota, que conseguiu enxergar quem realmente importa: ela mesma!

    Lindo… e a música-tema é simplesmente MARAVILHOSA! Amo!

    Beijinhos pra você! =D

    07/10/2009 às 08:37

    • Menina Misteriosa

      Sweet,
      Também acho que ela está de parabéns!
      E sim, é o amor-próprio, até mudei o título.
      Ah, esta música, é uma das minhas paixões… hehehe
      Espero que esteja aproveitando as férias!!!!!! :-)
      Beijos

      13/10/2009 às 18:47

  6. Entendo perfeitamente isso : sentimos falta da gente, de como estávamos / éramos, dentro de uma determinada situação, e não da situação (ou da outra pessoa) em si.

    A boa notícia é que o potencial existe em nós, podemos resgatar aquele estado de espírito que nos fazia tanto bem. Só precisamos encontrar o caminho, pegar o jeito.

    Beijo, querida, e que sempre exista amor próprio pra recomeçar. ;)

    ℓυηα

    07/10/2009 às 12:13

    • Menina Misteriosa

      Luna,
      Bom seria se não perdêssemos isso ao estar com outra pessoa… mas, quando acontece, o jeito é sacudir a poeira e reconquistar, recomeçar…
      Oh, por sua causa e da Sweet, até mudei o título!!! ;)
      Obrigada pelo carinho, linda!
      Boa semana,
      Beijos

      13/10/2009 às 18:53

  7. Somos a parte mais importante de nós mesmos.
    Cadinho RoCo

    07/10/2009 às 14:25

    • Menina Misteriosa

      Lindo isso que escreveu, Cadinho!
      Sim, somos. Sempre!
      Obrigada pela visita,
      Beijos

      13/10/2009 às 18:56

  8. Phalador

    Você descreveu exatamente! Após um termino o que sinto é exatamente isso, um reencontro, comigo mesmo, sou do tipo (talvez errado), me entrego ao relacionamento, abro mão de mim. Depois me reencontro. é bom!

    Adorei!! Tô comentando aqui ao som do Frejat…em sua homenagem…bjão.

    07/10/2009 às 14:34

    • Menina Misteriosa

      Por mais que não haja certo e errado, se entregar é bom. Complicado é quando a gente se perde por estar com outra pessoa…
      Hum… adorei a homenagem… obrigada! :)
      Boa semana pra você,
      Beijos

      13/10/2009 às 19:01

  9. Descobertas…
    há sempre tempo para elas.
    Bjinhos ;)

    Segui as pegadas no blog da Luna. Gracinha seu espaço.

    07/10/2009 às 16:30

    • Menina Misteriosa

      Oi, Bela!
      Obrigada pela visita… amiga da Luna é minha amiga também! :-)
      Já fui lá conhecer seu blog e adorei!
      Seja bem-vinda e volte sempre…
      Boa semana pra você,
      Beijos

      13/10/2009 às 19:09

  10. “- Uau, você está maravilhosa! Estou até com ciúmes. Se ainda estivéssemos juntos, nem deixaria você sair de casa assim…”

    KILL THIS MOTHERFUCKER!!!

    Não sei quem é essa coisinha linda de sandália nos pés e batom na boca. Mas, uma coisa eu sei: mulher NENHUMA deve andar com um ser que sequer cogite uma reação como essa que ele sugeriu. Se livrar de alguém que carrega um senso de propriedade como esse cara tem, é motivo de muita dança, conversa e recomeço!

    Será que vale a pena, será que vale sonhar com um amor que queira nao te deixar sair de casa assim? Meninas, fujam de relacoes assim!

    Alguém me disse hoje algo que eu adorei, pq concordo 110%. Essa pessoa me disse que odeia aquela citação do pequeno principe: tu és eternamente responsavel por aquilo que cativa. Eu ri muito quando ela me disse isso, pq eu pensava que era coisa da minha cabeça. Da mesma maneira, relaçoes como essa descrita, mesmo que haja sofrimento no início, são ótimas de se acabar.

    É só o que eu acho.. rs

    Beijoca.

    Ivan.

    07/10/2009 às 19:52

    • Menina Misteriosa

      Ivan,
      A personagem agradece pelo “coisinha linda”.
      Eu gosto muito da sua forma pensar e acho que está certíssimo. Acho que relações que nos limitam e/ou pessoas que queiram nos moldar e mudar devem ser repensadas. Como disse, vale a pena?!
      O que você acha é muito importante pra mim, gosto demais de seus comentários aqui. Muito.
      Obrigada,
      Boa semana pra você,
      Beijos

      13/10/2009 às 19:19

  11. Boa noite, em primeiro lugar muito obrigado pela visita e pelo comentário que fez em meu blog. Gostei muito e espero que você apareça sempre por lá.

    Quanto a sua postagem ela é muito verdaderia pois todos nós (a maioria das pessoas) já passamos por isso. Não deixa de ser um recomeço, mas também não deixa de ser um sofrimento ter de aceitar uma nova situação, principalmente quando o rompimento não ocorre da sua parte, mas sim da outra.

    Mas quem está na chuva é pra se molhar e o importante é que sempre temos outras oportunidades na vida. A vida tira mas nos dá outra vez.
    Beijos

    07/10/2009 às 23:01

    • Menina Misteriosa

      Oi, Daniel!
      Bom ter você aqui…
      Gostei muito do seu espaço e espero voltar sim!
      Seja bem-vindo!
      Beijos

      13/10/2009 às 19:31

  12. Eita, acabei de me tocar que, sem lembrar da tua montanha russa aqui, postei uma lá no blog também. Deve ter ficado no subconsciente, só pode!

    Adorei esse texto de hoje, é bom demais esse reencontro consigo mesma. Acredito que sempre que abrimos mão de nós em função do outro, é porque a relação nunca vai dar certo de verdade, pois acho que há um momento em que cansamos de agir de acordo com aquilo que o outro quer e sentimos falta da nossa essência.

    Um beijo, querida! ;)

    07/10/2009 às 23:50

    • Menina Misteriosa

      Miss,
      Vi seu texto lá e fiquei super feliz… é a sintonia…
      É justamente isso. Cansa. A gente se perde. A relação fica comprometida. E nossa sanidade mental também… risos… Só quando estamos bem, presentes em nós mesmos é que conseguimos estar inteiros pro outro e pra relação.
      Boa semana pra você, linda!
      Beijos

      13/10/2009 às 19:39

  13. que assim seja sempre e que ela não esqueça de que a pessoa mais importante na história toda é ela…
    bjs

    [muito muito muito obrigada pelo carinho, vc é uma fofa.]

    08/10/2009 às 00:25

    • Menina Misteriosa

      Oh, amiga, adoro o que você escreve. Eu gasto um caderno inteiro e não consigo ter tanto conteúdo e efeito como você… eita, dom bonito!!!!! ;-)
      “…que ela não esqueça de que a pessoa mais importante na história toda é ela” => genial!
      Eu que tenho que agradecer, linda… pelas suas palvaras, pela sua prensença aqui… pelas nossas conversas… te adoro!!!!!
      Beijos

      13/10/2009 às 19:45

  14. Hino ao amor…..incentivo aos apaixonados e aos incrédulos como eu!

    Bj ;-)

    08/10/2009 às 09:39

    • Menina Misteriosa

      Oi, Dom .A.,
      Bom ter você aqui de novo… estava com saudades!
      Boa semana,
      Beijos

      13/10/2009 às 19:47

  15. Minha história de amor!

    Era uma vez…Então eles se amaram intensamente, completamente e loucamente naquele dado momento. Depois, nunca mais esquecerão daquele dia…Enfim se separaram com todo o amor que tinham e todas as lembranças maravilhosas e viverão felizes para sempre!!!

    FIM

    08/10/2009 às 13:17

    • Menina Misteriosa

      É aquela história que conversamos… saber parar na certa, no pico, sem cansar, deixando boas lembranças…
      ;)

      13/10/2009 às 19:49

  16. tô lembrando das compras… bjinhus, sandálias e vestidos
    Lelli

    08/10/2009 às 13:19

    • Menina Misteriosa

      Oh, amiga, nem fala… e dá pra esquecer?! risos…
      Adoro ter você aqui, viu?!
      Boa semana,
      Beijos

      13/10/2009 às 19:51

  17. Este seria um ótimo dia para eu conhece-la…eu estava tão bem tb.
    Bjus.

    08/10/2009 às 19:09

    • Menina Misteriosa

      Hum… estava?! Conta pra gente então…
      Quem sabe o encontro entre você e ela acontece no próximo conto…
      Beijos

      13/10/2009 às 19:54

  18. Como dizia uma amiga minha, depois de um tempo após o divórcio, existe vida depois de qualquer separação … rsss

    É meio óbvio, mas as vezes a gente esquece, não?

    09/10/2009 às 23:28

    • Menina Misteriosa

      Monday,
      Parece óbvio, mas a gente esquece. Oh, como esquece!
      Mas a gente aprende, recomeça e lembra de viver de novo!!!!!
      Beijos

      13/10/2009 às 19:57

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s