Algumas coisas não mudam com o tempo II

 

[A primeira parte está aqui, se quiserem ler: Algumas coisas não mudam com o tempo]

 

– Filha, pode falar? Onde você está?

– Sim, posso. Acabei de chegar em casa.

– Você pode vir aqui pra minha casa agora?

– Agora? Porque, pai? Aconteceu alguma coisa? Tá tudo bem?

(…)

– Como assim ele está aí?

(…)

– Sim, eu disse pra ele. Inclusive, já sei sua resposta.

– Mas… (…)

– Sim, eu disse que quem decide isso é você.

– Pai, chama ele no telefone. Vou falar para ele vir aqui pra casa e eu converso com ele. Isso precisa parar.

– Filha, mas ele quer cantar uma música pra você. E confesso que fiquei curioso. Agora quero ouvir. Então, seja uma boa menina, venha pra cá.  Ah, e traga seu violão. Ele esqueceu o dele.

– Ah, não pai. Isso não é hora pra brincadeiras.

– Sei que você sofre com isso e ele também. E adianta? [Não] Pois é, então, bom humor é a melhor solução. Mas eu prometo não rir. Sua mãe disse que se controla também.

– Não quero.

– Filha, ele não vai sair daqui. E é melhor você vir antes que eu diga a ele que concordo e abençoo.

– Você não faria isso comigo.

(…)

– Faria? Isso não tem graça, sabia?! Ok, estou indo praí.

“… Perdão, se ouso confessar-te
Eu hei de sempre amar-te
Oh flor meu peito não resiste
Oh meu Deus o quanto é triste
A incerteza de um amor
Que mais me faz penar em esperar
Em conduzir-te um dia
Ao pé do altar
Jurar, aos pés do onipotente
Em preces comoventes de dor
E receber a unção da tua gratidão
Depois de remir meus desejos
Em nuvens de beijos
Hei de envolver-te até meu padecer
De todo fenecer…”

(Rosa – Pixinguinha e Otávio de Souza)

– Já não se fazem mais serenatas como antigamente! Na verdade, nem podemo chamar isso de serenata, né?!

– Pai, tá doido?!

– É sério, filha! Agora entendo.

– Meu amigo, Pixinguinha revirou no túmulo agora. Vem aqui, vou te dar umas dicas. Com ela você não tem chances, desiste. Mas você é um moço bom, ainda pode pegar o jeito. Aceita uma cerveja?!

– Pai, por favor, não faz isso!

– Os jovens de hoje perderam o humor, só pode. Fique tranquila, está tudo sob controle. Gosto dele, filha, e ele precisa de ajuda. Aproveita e pega as cervejas lá pra gente, vai…

 

Anúncios

37 Respostas

  1. Q humor refinado! o/

    bjos :***

    08/01/2010 às 01:20

    • Menina Misteriosa

      Marília,
      Às vezes, rir um pouco é melhor saída!
      Beijos

      10/01/2010 às 19:36

  2. Hah, que bonito, mas foi real?

    E como você se sentiu?

    Fique com Deus, senhorita Menina Misteriosa.
    Um abraço.

    08/01/2010 às 01:25

    • Menina Misteriosa

      Daniel,
      É um conto, com partes de fragmentos reais. Parte ficção, parte real.
      Tentei deixar a realidade mais poética, mais leve…
      Beijos

      10/01/2010 às 19:38

  3. eu adoro essa música…
    bjs

    08/01/2010 às 01:50

    • Menina Misteriosa

      S.,
      Eu também. E agora ela grudou na minha cabeça.
      Nem cantando “Atirei o pau no gato” tô conseguindo parar de ficar cantarolando a danada…
      Beijos

      10/01/2010 às 19:39

    • tem jeito não menina, só vai sair qndo decidir ‘se dá ou não’, bem no estilo Djavan.
      bjs

      11/01/2010 às 00:55

    • Menina Misteriosa

      risos… ri alto com esta, adorei!
      Mas, e se não existirem dúvidas quanto a isso?!
      o.O

      11/01/2010 às 10:20

    • existem, remotas, mas existem, senão a música já teria saído da sua cabeça… :)

      11/01/2010 às 18:40

  4. Oi Menina, como está?
    Saudade de vc, tô sumido né? rsrs
    Menina adoro essa música, na voz de Marisa Monte é perfeita mais ainda, rsrs.
    Adorei o diálogo, rsrs
    Eu estou bem sim, tive algumas mudanças de plano, vou ter q adiar por uns 4 meses, mas depois te falo os motivos, rs.
    Um bjo querida
    :)

    08/01/2010 às 10:09

    • Menina Misteriosa

      Ei, Dil!
      Eu estou ótima! E você, como está?!
      Sim, está sumido… e eu com saudades, você faz falta, viu?!
      Opa, mudanças! Espero que sejam boas e que esteja tudo bem… depois quero saber sim!!!!!
      Fica bem!
      Um beijo

      10/01/2010 às 19:41

  5. Sil

    Tem cada uma que até parece duas heim.r.s..
    Paciência não é uma arte.. é um dom…
    Feliz quem a tem!!

    Bjos

    08/01/2010 às 10:38

    • Menina Misteriosa

      Sil,
      Em alguns casos, parece três… rs
      Beijos

      10/01/2010 às 19:43

  6. Li o começo do conto só agora…mas estou gostando!

    08/01/2010 às 11:08

    • Menina Misteriosa

      Desabafando,
      Então, temos um bom prognóstico pela frente?! rs
      Beijos

      10/01/2010 às 20:02

  7. Ai, queria um pai desse pra mim….sério, que fofo….e achei linda a musica, há algum tempo atrás queria que uma pessoa tivesse feito algo parecido, mas n rolou e nunca vai rolar, tudo ficou no “se”, e daí surgiu o blog, bjos Menina.

    08/01/2010 às 11:14

    • Menina Misteriosa

      Foi assim que surgiu o blog?
      Não sabia disso…
      Complicado, né? Quem a gente quer, não faz….
      o.O

      10/01/2010 às 20:12

  8. não tem jeito…os pais sempre, sempre, sempre sempre…sabem o que é melhor para a gente!

    08/01/2010 às 11:30

    • Menina Misteriosa

      Mariah,
      E a gente demora a perceber isso, né?

      10/01/2010 às 20:38

  9. Mariana

    Mistérioooooooooooooos!!!!!!!

    VOLTEEII!!!!FELIZ 2010 QUERIDONAA!!!
    TUDO DE MUITO MARAVILHOSO PARA SUA VIDAAA!
    QUE TUDO DE MUITO ESPETACULAR ACONTEÇA, RENOVANDO, ALEGRANDO E MOTIVANDO SEMPRE! A CADA DIA MAIS E MAIS SUA VIDA!!!!

    SAUDADEEEEEEEEEES,
    MUITA COISA!!!

    BEIJOOS

    =))) FELIIIIIIIIIIIIIIIIIZ….

    08/01/2010 às 18:50

    • Menina Misteriosa

      Mari,
      Quantas saudades!!!!!
      Que delícia te ter aqui de volta… feliz ano novo!
      Como foi de férias?!
      (Tô doida pra saber o motivo de tanta felicidade… ah, e como é bom te ver assim!)
      Um beijo

      10/01/2010 às 20:39

  10. Putz! oO

    Seria cômico, se não fosse trágico…

    Beijos, florzinha amada!

    08/01/2010 às 20:55

    • Menina Misteriosa

      Perfeito, Miss!
      Mas, quando chorar não adianta, bom humor é saída!
      Beijos

      10/01/2010 às 20:44

  11. phalador

    Carambaaa!!

    Menina, na próxima vez me chama POR FAVOR… Prometo que ficarei no cantom, quieto, apenas assobiando e mexendo os pés… Que delícia serenatas.

    ;)

    bjs!

    09/01/2010 às 01:14

    • Menina Misteriosa

      E promete não rir?!
      o.O

      10/01/2010 às 20:58

  12. Só uma palavra: surreal!

    XD

    Vou ler a primeira parte rsrss

    09/01/2010 às 04:10

    • Menina Misteriosa

      Carol,
      Adorei te ter aqui…
      Fui conhecer seu blog, mas não consegui comentar!
      Te mandei um e-mail.
      Beijos

      10/01/2010 às 21:21

  13. As partes boas dessa história : a música, que é de uma delicadeza maravilhosa, e o pai, um verdadeiro presente, um herói (adoro relações boas entre pais e filhas…coisa mais linda, né, gatona? ^^)

    O restante é o que precisa parar, de um jeito ou de outro. =\

    Beijo, beijo.

    A Dorothy (como diz a fofa da Sweet).

    ℓυηα

    09/01/2010 às 13:16

    • Menina Misteriosa

      Luna,
      Dividiu perfeitamente.
      Ah, se na vida fosse tão fácil assim, né?!
      Também ‘a Dorothy’ (e que saudades da Sweet)…
      Beijos

      10/01/2010 às 21:58

  14. Caraaaamba. Eu jurava que ele ia cantar alguma do Roberto. Mas com Pixinguinha eu diria que ele foi até longe demais rsrrs

    Bjs que desvendam segredos!

    09/01/2010 às 13:30

    • Menina Misteriosa

      Eraldo,
      Uma coisa não posso negar: a escolha da música foi perfeita!
      ;)
      Beijos

      10/01/2010 às 22:08

  15. To aqui, to aqui!!!

    Me desculpa pela ausência. Eu li esse texto e achei que tivesse comentado… vim conferir a resposta e me dei conta de que não comentei! Ai Jesus, eu estou atordoada! Preciso comer mais peixe ou tomar gingko biloba hahahahahaha!

    Esse texto foi uma gracinha… denovo me lembrou o meu pai… e sabe de uma coisa? Nosso relacionamento está melhorando aos poucos! Ele pega no tranco, e uma das coisas que ajudou muito foi o meu noivado. Ele gosta de participar das nossas coisas, eu comento com ele as coisas que estou pensando pro casamento, pra mobília do apto, etc. Tá um fofo!! rs.

    Esse era o meu sonho de pai. Ele foi assim até meus 8 anos de idade.. e está voltando agora =D

    Ameeeei o texto!!

    13/01/2010 às 13:15

    • Menina Misteriosa

      Sweet,
      Não se preocupe… é o amor… tenho uma outra amiga que também está assim… no mundo da Lua… (oh, quem será, hein?!)
      Sobre seu pai, você sabe que me emociono em saber disso, né?! Fico tão, mas tão feliz por você que nem consigo me expressar direito!!!!!! Parabéns por estar conseguindo esta reaproximação… te admiro demais! (o resto já te disse por email para não ficar muito melosa aqui… rs)

      E vai voltar com força total! Cada vez melhor!!!!!

      Obrigada por tudo, linda!
      Um beijo

      14/01/2010 às 11:58

  16. Ops… cliquei “enviar” antes do tempo…

    Um beijãozão pra você e pra Luna!

    A Dorothy’s (pras duas, hahahaha!)

    13/01/2010 às 13:16

    • Menina Misteriosa

      Eita, assim fico com ciúmes, viu?! risos…

      A Dorothy!
      Beijos

      14/01/2010 às 12:01

    • Não, não… tem lugar especial pras duas!! =D

      14/01/2010 às 13:26

    • Menina Misteriosa

      Ah, bom! :)

      Porque eu tenho ciúme das duas… hehehehe

      14/01/2010 às 14:44

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s