e-trapèze

.

Algo me atrai [em] [para] você.

.

As palavras. Sozinhas, desconexas. Com o tempo, o contexto. O todo. Entretida, não percebi as entrelinhas. Começo errado? E isso importa? Aliás, o que importa?

Depois, as letras … ah … eu me deixo levar … mas, não! … o ponto não é esse! Não é um livro, uma música, apenas um desejo. Nada disso define. Nada explica. É mais!

Vontade diferente. [arrebatadora]
Há tanto bem-querer. Sem porquês, sem porquê. Simplesmente é e pronto. Aconteceu. Sem que você fizesse força para me agradar e sem que eu percebesse.
.

Cumplicidade. Lealdade. É disso que gosto.

…………………………………………………………………………………..Tudo e nada, compartilhados.
………………………………………………………………………………………………………..Sem máscaras,
………………………………………………………………………………………………..sem meias verdades,
………………………………………………………………………………………………….sem meias palavras.
……………………………………………………………………………………………..Sem julgar. Sem culpas.

Quero te ouvir. Ver o seu lado machucado. Não, não vou te curar. Você não precisa. Quero que saiba da beleza que está aí. Sim, todos falam. Mas você, no fundo, não sabe.

.

…………….Gosto do que não é visto. Gosto do certo, na hora errada. Do errado, na hora certa.

…………………………………Quero o ‘tudo errado’ e, mesmo assim, sentir que é certo.

.

…………….Gosto das madrugadas, também de dia.
………………………………………………………………………………..Quero ser presença, na sua ausência.
…………………………………………………………………………………………….Quero ser o que não tem.
……………………………………………………………………………………………Quero dar o que não pede.
.

Posso te proteger? Eu sei, eu sei que você não precisa. Mas tem algo… eu sinto! Perde o medo, perde? Quero te mostrar o cuidado, a atenção, o carinho; sem querer recompensa. Sem querer seu corpo em troca.

…………….Nem todo interesse é sensual, carnal, romântico ou platônico.

Não é por isso que te busco.

.

Quero sua verdade rasgada. A que você esconde. A que não sabe que existe. Quero sua forma crua, nua, despudorada. E isso não significa que eu queira te ter.

Aqui, não cabe cama, nem amor ou desejo lascivos. Eles, agora, nesse caso, não importam.

.

…………….Não quero entender. E isso, vindo de mim, é totalmente inusitado, acredite!

Quero ver, quero ir. Além.

…………….Vício? Não sei. Querer, eu quero. Mas não preciso. E não me engano: esse querer é meu.

.

.

.

Ao escrever, misturei sentimentos e pessoas. Ou eles, sozinhos, quiseram entrar e eu deixei.
Comecei pensando em você… mas me perdi. E foi bom.
Sendo você quem é, vai entender.
Juntei sensações, apenas aqui. Fora, sei bem qual é de quem.

.

Vitoriosa – Ivan Lins

Anúncios

49 Respostas

  1. Perfeito!
    Se eu fosse escrever não seria tão meu.

    Parecidas? rs
    Acho que até demais.

    Beijo linda!

    17/05/2010 às 19:07

    • Menina Misteriosa

      Fê,
      Um grande prazer, pra mim, ser parecida contigo!
      Gosto de ter você, aqui… beijo!

      04/06/2010 às 16:07

  2. Mas é assim que amor surge e cresce…

    Fique com Deus, senhorita Menina Misteriosa.
    Um abraço.

    17/05/2010 às 19:10

    • Menina Misteriosa

      Daniel,
      Está crescendo… ficando ainda mais lindo!
      Beijo

      04/06/2010 às 16:07

  3. * Lindo, profundo, intenso, perfeito!

    Lembra-me um poema de um poeta que gosto muito. (Admir Bacca)

    Que tua boca
    Diga não
    Mesmo que teus olhos
    Digam sim.

    Que teu corpo
    Diga não
    Mesmo quando tua boca
    Disser sim.

    Que teus olhos digam não
    Quando tudo em ti
    Disser sim.

    Já falei e repito: Adoro sua escrita!

    Beijokas

    17/05/2010 às 19:52

    • Menina Misteriosa

      Chiara,
      E eu adoro ter seus comentários aqui… suas visitas…
      … por falar nisso, fui conhecer seu cantinho [atrasada, desculpe!] e gostei muito…
      Beijo!

      04/06/2010 às 16:13

  4. “eu sou todo errado, não há esquadro que vá consertar… sou todo perdido…”
    Palavras, às vezes vem ligada a alguma música. E a música sempre nos liga alguém.
    Tem um escola de música aqui do lado. Certamente, neste instante, a(o) aluna(o) está prestes a jogar pro alto seu diploma, em eterna comemoração ou o piano é que está afinadíssimo.
    Eu? Te beijo!

    17/05/2010 às 20:10

    • Menina Misteriosa

      Moska,
      Você já sabia que eu estaria ou seria ‘toda errada’, não é?

      04/06/2010 às 16:14

  5. Eu aprendi que o errado dos outros pode ser o meu certo.
    “As minhas linhas tortas foram bem escritas”

    Beijos

    17/05/2010 às 23:03

    • Menina Misteriosa

      Daniel,
      Justamente isso. Você, como sempre, perfeito!
      Beijo!

      04/06/2010 às 16:15

  6. Adoro a forma como vc escreve! Quantas contradições todos temos não?

    18/05/2010 às 00:21

    • Menina Misteriosa

      Desabafando,
      Isso, vindo de você, muito me alegra!
      Posso dizer que eu tenho muitas… muitas!
      Beijo!

      04/06/2010 às 16:16

  7. É aquilo de “não sei direito o que é, mas tô curtindo”?

    São palavras para guardar para um dia de chuva.

    Muito bom!

    Beeeeeeeijo

    18/05/2010 às 01:13

    • Menina Misteriosa

      Alline,
      Em parte, sim!
      Hoje, estão em dias nublados. E, pra eles, trazem o sol! =)
      Um beijo

      04/06/2010 às 16:17

  8. Meniinaaa,

    mistura os sentimentos que no fundo, eles são um só. Levam pro mesmo caminho.

    E oh, eu ainda nao voltei, mas vou voltar. Tô bem sim =) só estou sem tempo

    Beijo,
    Nara

    18/05/2010 às 01:41

    • Menina Misteriosa

      Narinha,
      Sim, único e gigante!
      Te espero… beijo!

      04/06/2010 às 16:18

  9. sei bem o q é isso…
    é uma atração q ultrapassa o físico e no fim das contas é só isso. ou não, como diria Caetano.
    beijos

    18/05/2010 às 04:08

    • Menina Misteriosa

      S.,
      Sim… é maior… muito maior! Mas tão poucas pessoas percebem ou acreditam nessa especialidade… e o ver, agora, só depende delas… deles… eu, aqui, continuo fazendo minha parte, gritando… espero que queiram me ouvir…
      Beijo!

      04/06/2010 às 16:20

    • vão ouvir!!!

      05/06/2010 às 01:12

  10. “Posso te proteger? Eu sei, eu sei que você não precisa. Mas tem algo… eu sinto! Perde o medo, perde?

    Quero ver, quero ir. Além.

    …………….Vício? Não sei. Querer, eu quero. Mas não preciso. E não me engano: esse querer é meu.”

    Mistéééééériiiiiiiiiioooooooooos!!!

    Isso é MUITO meu momento! Muito o que estou sentindo, MUITO o que estou vivendo. Como faz pra ser tão boa assim com as palavras, mesmo jogando, brincando só pra ver no que vai dar?. Mas suas entrelinhas são sempre MUITO bem interpretadas, tenho certeza disso. Creio eu que, como sua leitora, consigo sentir cada pedacinho de uma respiração entre os espaços dessas palavras. Cada sentimento que pulsa em você obrigando seus dedos a irem até o cursor escrever pelo menos um mínimo dessa avalanche de sensação, e quanta sensação gostosa!!!

    Ando querendo proteger tanto, sentindo tanto, confundindo tanto, amando tanto, tanto, tanto… sabe?

    E daí, que acho que estou bem amadurecida, mas é um amadurecimento tão meu…tão além que me vi absolutamente completa numa frase sua.. “Perde o medo, perde?”

    Isso foi crucial, certamente…

    Ai ai ai… um beijo viu?!

    E, muito obrigada! Adorooooooooooooooooo ler você!

    18/05/2010 às 08:51

    • Menina Misteriosa

      Mari,
      Fico muito feliz em saber que você lê e me entende. Você sabe. Você sente.
      Um segredo: nem todos têm tanta sensibilidade como ti…

      Saudades… [espero que esteja bem],
      beijo!!!!

      04/06/2010 às 16:21

  11. …”Quero sua verdade rasgada. A que você esconde. A que não sabe que existe”… Ter e conhecer uma pessoa tão profundamente e aceitá-la com suas mentiras, defeitos, amores, sentimentos isso sim é amor, é doar-se. Lindo post, vc escreve muitíssimo bem, leve e ao mesmo tempo profundo: Emocionante.Parabéns! Bjinhos da Madrasta!

    18/05/2010 às 09:08

    • Menina Misteriosa

      A Madrasta Má,
      Só sei amar assim!
      Muito obrigada… bom tê-la aqui, volte sempre!
      Beijo!

      04/06/2010 às 16:22

  12. Apenas um turbilhão. Apenas um terremoto. Apenas erupção vulcânica. Quanta coisa cabe em duas mãos… Até os vícios saudáveis viram hábitos. Habitat. O inteiro ambiente do seu desejo. Isso. Apenas lindo.

    18/05/2010 às 09:12

    • Menina Misteriosa

      Jorge,
      Cabe muito mais!
      Um beijo!

      04/06/2010 às 16:23

  13. Belas palavras mocinha! Sempre presenteando com palavras bonitas. Um beijo no teu coração.

    18/05/2010 às 09:45

    • Menina Misteriosa

      João,
      Obrigada! Sempre tão gentil… beijo!

      04/06/2010 às 16:24

  14. Ju

    Felizardos… ;)

    Beijos

    18/05/2010 às 16:24

    • Menina Misteriosa

      Ju,
      Será? o.O

      04/06/2010 às 16:24

  15. Sim, sim, sim!!!

    Proponho um brinde : a todas as pessoas que conseguem enxergar essas experiências da vida como coisas que não cabem nas definições já conhecidas, que as vêem como mais, maiores, únicas…e que sabem, claro, sentir prazer com isso!

    Oba!

    Beijos, querida. Muitos!

    Love.

    ℓυηα

    18/05/2010 às 16:26

    • Menina Misteriosa

      Luna,
      Por isso precisamos criar palavras, significados… só nossos!
      Inclusive, cardápios! =)

      Love!

      04/06/2010 às 16:25

  16. Oi querida, como está?
    Menina minha amiga, lindíssimo como sempre, adorei a forma como vc retratou esse momento. Acho q ñ tem muito o q falar, o pessoal já disse tudo né? rsrs
    Obrigado pelas orações, que Deus possa te cobrir de Graças.
    Um bjo
    :)

    18/05/2010 às 20:23

    • Menina Misteriosa

      Dil,
      Quantas saudades! Estou bem e você?
      Sei que estou em falta contigo… prometo aparecer, em breve, tá?
      Um beijo!

      04/06/2010 às 16:26

  17. Boa noite, meu bem!
    Deu saudades e vim lhe visitar!!!
    Você é como uma reunião de chocolate
    Tem talento, tem prestígio…
    … Vale mais que ouro branco,
    Brilha mais que diamante negro,
    E quem tem sua amizade pede bis!!!Deffanny
    Bjkas, muuuitas!

    19/05/2010 às 02:12

    • Menina Misteriosa

      Sônia,
      Adoro esse seu alto astral… ele me contagia!
      Beijo!

      04/06/2010 às 16:29

  18. Simples.

    Mistura-se tudo, tem de tudo, o desconexo ganha sentido.

    [e assim o texto se faz.]

    O desconexo ganha nome e endereço de blog.

    [e não foi sempre assim?]

    O desconexo é o sentido!

    [ah! Agora entendi]

    O texto entranhou quando percebi que não é para decifrar, faz tempo aprendi a ler e não há interpretação de texto para estas letras.
    O texto entranhou quando fechei os olhos…

    … sentindo fez todo o sentido.

    Agora sim!

    Lindo, Menina Misteriosa.
    Beijo grande.

    19/05/2010 às 03:00

    • Menina Misteriosa

      Ana,
      Por não tentar interpretar… você me sabe, me conhece… me entende!
      Obrigada!!!
      Beijo

      04/06/2010 às 16:34

  19. Pois é, vai rolando e a gente assim sem perceber, se percebendo aos poucos.
    A gente nunca se engana.
    Talvez.
    Ou, talvez, certeza.
    A gente se engane sim.
    E daí?

    19/05/2010 às 22:51

    • Menina Misteriosa

      Toninho,
      Eu, geralmente, me engano. Mas eu sei.
      Um beijo!

      04/06/2010 às 16:34

  20. Sabes do que gosto? fazer o que o sentir me diz e estar marimbando para a possibilidade des estar certo ou errado. Não fui eu que criei as regras porque tenho eu que as cumprir?

    20/05/2010 às 16:50

    • Menina Misteriosa

      Henrik,
      Afinal, que culpa tenho eu?
      Beijo!

      04/06/2010 às 16:35

  21. “A vida pode ser maravilhosa.” Sim, eu também creio nisso. Apesar de tudo.

    Lindo, flor, como sempre. Consigo sentir cada sentimento, cada suspiro, cada pausa, cada dúvida, cada certeza. Consigo traduzir cada minuto e cada palavra despejada. Fico feliz de te ver assim, tão leve, tão solta, tão você.

    Love.

    Miss you.

    20/05/2010 às 20:08

    • Menina Misteriosa

      Miss,
      Que saudades disso. Do seu entender. Do seu complemento às minhas ideias!
      Love!
      Miss you too!

      04/06/2010 às 16:36

  22. é, vc anda brincando com as palavras de um jeito que talvez nem perceba. sem querer, acho, vc cria uma analogia que dá a cada um uma interpretação coerente.
    antes de viajar mais… muito bom!

    25/05/2010 às 13:31

    • Menina Misteriosa

      Marcelo,
      Ah… volta… viaja mais, viaja?! ;)

      04/06/2010 às 16:37

  23. queridaaaaaaaaaaaa

    pq querendo ou não eu quero… vc demasiado humano…

    vcs.. todos humanosssssss

    bjinhus, músicas e festas

    Lelli

    28/05/2010 às 13:32

    • Menina Misteriosa

      Lelli,
      Nós, não?
      Saudades de você, aqui!
      Beijo!

      04/06/2010 às 16:38

  24. Querida,

    Estou cansada de relacionamentos unilaterais, de certas idas em vão e regressos que doem.
    Seu post resume o que sinto, o que penso e o que eu quero no momento.

    Belas palavras, lindos trocadilhos.

    Parabéns!

    Chiara

    29/06/2010 às 17:20

    • Menina Misteriosa

      Chiara,
      Eu também. Encerrei vários desse tipo. E também ando meio cansada de pessoas que vêem segundas intenções em tudo… não se pode mais querer apenas amizade?!
      Obrigada… gosto de suas visitas e suas palavras!
      Um beijo!

      01/07/2010 às 09:36

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s