Mar_de_eme

.

Conversas na cozinha, regadas a um bom vinho.

No final do dia, só nós dois. No nosso cantinho do sofá, aconhegados, olhando a paz que nos invade pela parede rasgada.

Entre aquarelas, arco-iris e dias nublados, por vezes, nossos papéis se confundem. Menos hoje. Hoje, sabemos. Hoje, somos, apenas.

Você foi. Mas sua presença continua. Seu cheiro. E, como me disse, sua vontade também ficou. Não vou guardá-la. Deixo-a ir. De volta.

Essa vista me traz você. Não consigo evitar. Não quero evitar. A música. A subida. A nossa receita. Não só hoje.

É mais que uma lembrança: você voltou. Pela janela, perde-se nesse Mar_de_eMe, sorri com os olhos brilhando e me chama.

Só Hoje – Jota Quest

.

Anúncios

31 Respostas

  1. Bonito, mas pensei que quem ama já estivesse no céu…

    Fique com Deus, senhorita Menina Misteriosa.
    Um abraço.

    02/08/2010 às 15:45

    • Menina Misteriosa

      Nem sempre, Daniel.

      18/08/2010 às 23:22

  2. Palavras gostosas de se ler, ouvir, até de não entender… tão boas que podem ter sobrado algumas, escondidas no vão deste mesmo sofá… é sempre uma surpresa!
    Te beijo, MM

    02/08/2010 às 15:54

    • Menina Misteriosa

      Moska, existem várias formas de se ver, ouvir e entender, não é?
      Beijo!

      18/08/2010 às 23:23

  3. “Essa vista me traz você. Não consigo evitar. Não quero evitar. A música. A subida. A nossa receita. Não só hoje.”
    Esse Mar_de_eme já tem título de música.Não só poema.
    bjssss

    02/08/2010 às 16:08

    • Menina Misteriosa

      Patrícia,
      Pra mim, é música. Acertou.
      Beijo!

      18/08/2010 às 23:23

  4. Que lindo!

    02/08/2010 às 16:51

    • Menina Misteriosa

      Obrigada, Desabafando!

      18/08/2010 às 23:24

  5. Olha, a verdade é que as pessoas se vão. Isso é um fato. É uma das certezas mais verdadeiras da vida. E não há como impedir. Porém, muitas coisas nos lembram essas pessoas, os momentos que vivemos com essas pessoas, como por exemplo, música.

    Daniel
    Beijos

    02/08/2010 às 19:09

    • Menina Misteriosa

      Daniel,
      E entender isso é o que mantém as lembranças boas vivas. Beijo!

      18/08/2010 às 23:25

  6. e você vai, claaaro!
    bjs

    02/08/2010 às 21:32

    • Menina Misteriosa

      Ô, S., fui e vou de novo! =*

      18/08/2010 às 23:26

    • q bom!

      18/08/2010 às 23:42

  7. Esse post merece ser lido em um suspiro só, é lindo, tocante! E tu me conhece tão bem que eu aposto que sabe que a parte de que mais gostei foi a que liberta a vontade, deixa-a solta para voltar com força duplicada…isso vale muito, muito!

    Beijos, lindona!

    Love.

    ℓυηα

    02/08/2010 às 22:45

    • Menina Misteriosa

      Uhun, sei sim… e quando volta…
      Beijo, Luna!

      18/08/2010 às 23:28

  8. Não dá pra esquecer certas lembranças, né Menina?

    Beijo,
    Nara

    02/08/2010 às 23:12

    • Menina Misteriosa

      Narinha, dá não. Espero que dê para reviver algumas e criar outras…

      18/08/2010 às 23:29

  9. Menina, como está querida?
    Gente, lindo, triste, rs.
    Infelizmente as pessoas vão, mas deixam lembranças muitas vezes maravilhosas, das quais faz com que sempre lembraremos delas com carinho.
    Concordo menina, o engarrafamento delas seria um ótima opção, rsrs.
    Saudades tbm querida
    Um bjo

    03/08/2010 às 12:58

    • Menina Misteriosa

      Dil, tudo bem e com você?
      Teve um final feliz, acredite!
      Beijo

      18/08/2010 às 23:29

  10. Certas saudades deixam de ser simples lembranças para ser parte da gente. É bom saber que somos seres mutantes, que crescemos nas idas e vindas, mudados pelos toques de outras pessoas.

    beijocas

    03/08/2010 às 14:59

    • Menina Misteriosa

      Mirian, você é genial:
      “Certas saudades deixam de ser simples lembranças para ser parte da gente”

      Beijo!

      18/08/2010 às 23:30

  11. Um texto que faz a gente querer ficar bem juntinho da pessoa amada.
    Sempre bom retornar aqui.
    Bj.

    03/08/2010 às 19:27

    • Menina Misteriosa

      Luciano,
      Bom ter você aqui!

      18/08/2010 às 23:31

  12. Ah! Mar… de quereres e receitas que se perdem em ondas de lembrar.

    O cheiro, a vista, tudo conspira, e te inspira a continuar.

    baci,
    @paraquenomes

    03/08/2010 às 22:08

    • Menina Misteriosa

      André,
      Disse tudo: é inspiração na veia!
      Beijo

      18/08/2010 às 23:31

  13. Ah Menina! Que delicia te ler.
    Que delicia saber que existem pessoas como vc, que transformam o sentir em letras, em páginas…
    Os momentos parecem voltar quando amamos, quando sentimos…

    E entre o amar e o mar, tem tão pouco… tem uma letra A, que é começo, recomeço..

    beijos

    04/08/2010 às 14:48

    • Menina Misteriosa

      Nanda,
      Obrigada!
      Certas lembranças voltam pra trazer sorrisos, né?

      18/08/2010 às 23:32

  14. Isso é poesia, só pode ser.

    Faz tempo que não venho aqui, tô dormindo mais cedo, várias coisas pra fazer, e tem teus e-mails… vou morrer de vergonha agora…

    Voltarei mais vezes.

    Beeeeeeeeijo!

    04/08/2010 às 23:24

    • Menina Misteriosa

      Li,
      Poesia é bondade sua! ;)

      Ó, nada de vergonha… somos iguais, eu também demoro até! Beijo!

      18/08/2010 às 23:33

  15. Ju

    Nem tento… Nem sei… Mas sinto… ;)

    Preciso dizer mais?!
    Beijos!!

    04/08/2010 às 23:43

    • Menina Misteriosa

      Ju,

      Você sabe. E precisa não, tá bom assim… rs

      Beijo

      18/08/2010 às 23:34

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s