Além de safado, burro.*

.

Romualdo conheceu Clarimunda num daqueles grupos de encontro em que a parte espiritual é apenas um pretexto. Tentou aproximação, sem sucesso. A fama o precedia. Mas sua presunção tranquilizava: seria questão de tempo. Enquanto isso, turma grande, muitas possibilidades e, como a cama já estava feita mesmo, por que não aproveitar?

Continuou sendo o Romualdo de sempre: mulherengo, largado, vadio. Mas começou a sentir falta de se apaixonar. E não tirava Clarimunda da cabeça.

Decidido, abriu seu coração. Contou sobre seus vícios, taras, escapulidas, casos e tudo o mais. Queria recomeçar.

Com o tempo, ela cedeu e confiou.

As coisas foram engrenando, estavam praticamente namorando. Mas, dessa vez, ele queria fazer tudo certinho e diferente. Antes de selar o compromisso, disse a ela que precisava resolver uma coisinha, uma pendência.

Num impulso e no desespero de ter a última antes da última, combinou com outra menina, do mesmo grupo, que a um bom tempo dava mole. “Se você é um caçador e um alce pega sua arma, atira em si mesmo e se amarra no teto do seu carro, você tem que levá-lo pra casa e comê-lo”. Foi o que ele fez.

Assim que ele foi embora, a caça ligou para a quase namorada e relatou em detalhes: “Ele me queria muito. Mal chegou, já foi me virando contra a parede, de costas para ele. Enfiou as mãos por baixo do meu vestido, arrancou minha calcinha e começou a me penetrar com força, enquanto puxava meus cabelos. Ele ainda escorre entre minhas pernas. Precisava te contar, amiga, eu me preocupo com você”.

.

* título. supervisão. presentes.

obrigada!

.

Anúncios

53 Respostas

  1. 1) Custava fazer um contrato melhor com a moça/caça, Romualdo?

    2) Negue, Romualdo.

    3) Achamos que a Clarimunda vai relevar.

    31/03/2011 às 10:26

    • Rolando, morrendo de rir das respostas do Gustavão. kkkkkkkkkkk

      04/04/2011 às 12:33

    • Menina Misteriosa

      Gustavão, apostas feitas, veremos o que as continuações nos revelam!

      07/04/2011 às 09:25

  2. Aninha

    Digo mais acho que a história de Romualdo e Clarimunda (onde vc arrumou esses nomes?) terminou até em casamento.

    31/03/2011 às 10:45

    • Menina Misteriosa

      Mas sem a “amiga” de madrinha, né, Aninha?
      Beijo

      07/04/2011 às 09:26

  3. Ih…fedeu.

    Qualquer semelhança não passará de mera coincidência?

    =***

    Miss

    31/03/2011 às 11:57

    • Menina Misteriosa

      Miss,
      Eu não sei de nada. =)

      07/04/2011 às 09:26

  4. Dai

    Se era QUASE namorada, não é? Prova que compromisso é algo ainda muito relativo.

    De certa forma ele foi resolver a pendência.

    Essa estória pra mim é bem real. Quantas amigas dessas existem por aí? Satisfazem o desejo e depois “caem” no arrependimento. A Clarimunda devia ficar com o Romualdo e mandar essa amiga passear.

    Não acho que ele seja necessariamente burro, ele deveria ter pego uma mulher de fora? Uma X qualquer? Não mudaria a atitude. Mas, mais uma vez, ou se fica ou namora. Esse ficar que exige exclusividade é muito complexo pra mim.

    =*

    31/03/2011 às 12:25

    • Menina Misteriosa

      Dai,
      Isso se é que houve “arrependimento” de verdade…
      Sobre a burrice, não acho que seja no sentido de pegar uma conhecida ou uma estranha, mas de não se atentar para a maldade, por arriscar algo, por esquecer que as mulheres falam…
      Bom ter você aqui, Dai!
      Beijo

      07/04/2011 às 09:29

  5. Já vi muito disso em minha vida. Acho que quem é assim sempre será assim. E, particularmente, não gosto de traição. Para mim, quem trai a namorada ou a esposa pode trair qualquer um. Traição é traição em qualquer lugar, em qualquer situação.

    Daniel

    31/03/2011 às 12:47

    • Menina Misteriosa

      Daniel,
      Não gosto de generalizar, e uso isso para esse caso da traição também.
      Beijo!

      07/04/2011 às 09:31

  6. Putz, tem em todo lugar, de várias formas e tamanhos e para todos os gostos. rs. Cair nessa é premissa para o desconfiometro ligado 25hrs. Dá pra mim não.

    3) Espero que ela não ceda.

    Bjs meus

    31/03/2011 às 13:13

    • Menina Misteriosa

      U&E,
      Ninguém merece viver nesse constante estado de alerta!
      Será que algum dos convidados dará vida à sua expectativa? ;)
      Beijo!

      07/04/2011 às 09:32

  7. mfoizer

    Quem trai uma vez não necessariamente trai duas vezes. Mas quem trai cinco vezes, com certeza vai trair uma sexta.
    Tá certo que o Romualdo ainda é novo nessa coisa de compromisso, mas justamente isso torna mais difícil saber como ele se comporta ante a monogamia.
    Por mim se a Clarimunda tiver realmente interessada, melhor dar um chá de cadeira nele um tempinho. Avaliar se esse querer dele é necessidade ou vaidade.

    31/03/2011 às 17:54

    • Menina Misteriosa

      Mfoizer,
      Haja sangue frio nessas horas…
      Adorei a surpresa do seu comentário!
      Beijo

      07/04/2011 às 09:34

  8. Miro Pedroso

    Alce com um Alce a desculpa para um último vôo, seja no teto do carro, na idéia, ou na vontade, o que vem depois ninguém sabe, o cerne da questão é que se NÃO fizesse, estaria para sempre ligado no que NÃO foi por ele experimentado. Bjs instigantes…

    31/03/2011 às 18:32

    • Menina Misteriosa

      Miro,
      Ponto interessante que você levantou. Ficar no “e se” poderia ser pior? Hum… quem sabe…
      Beijos, Miro!

      07/04/2011 às 09:35

  9. Ah, Romualdo…a caça, além de todo o trabalho que teve, ainda tinha que se preocupar em ficar muda?! Quem deveria cuidar desse detalhe era tu, Romualdo!

    :p

    Beijo, beijo, adorei isso!

    31/03/2011 às 19:10

    • Menina Misteriosa

      Luna,
      Fiquei pensando, ao te ler, como o Romualdo cuidaria desse detalhe de deixar a caça muda…
      (…)
      Beijo, Lu!

      07/04/2011 às 09:38

  10. Sempre tão bom te visitar. Adorei a narrativa e me diverti com a leitura.
    Bjs, moça.

    31/03/2011 às 21:38

    • Menina Misteriosa

      Que bom, Luciano!
      Obrigada =)
      Beijo

      07/04/2011 às 09:39

  11. Maíra dos Anjos

    Ah, essas amigas…
    Recalque + inveja pura do “homem” da outra, provocam até conseguirem, e como homem É burro E safado (tá no DNA), sempre caem.
    Meninos, perdão pela afirmação acima, mas como, como, vocês ainda caem nessas armações femininas? Ainda não entenderam que mulher compete o tempo todo?
    Tsc Tsc Tsc…
    Se a Clarimunda for esperta, dá um bom susto no Romualdo (homem não suporta a idéia de receber um pé na bunda), uma surra na “amiga” e vida que segue.
    O namoro ainda não estava no “quase”? Tecnicamente, ela não é corna.

    31/03/2011 às 22:26

    • Menina Misteriosa

      Maíra,
      Nesse caso ele foi quase ingênuo?
      Maldade feminina é algo potencialmente assustador.
      Beijo, Linda!

      07/04/2011 às 09:40

  12. Ju

    Na boa, eu ri muito!
    Será que ele realmente achou que se sairia bem dessa?
    Romualdo, as mulheres FALAM, Romualdo! Fica ligado ROMUALDO! rsrsrs

    Bjos

    01/04/2011 às 12:30

    • Menina Misteriosa

      Ju,
      Acho que sim. Tolinho, né?
      Beijo

      07/04/2011 às 09:41

  13. Similar

    E convenhamos, Puta falta de sacanagem,… e se a clarimunda saisse com um amigo do romualdo tbm?! Romualdo perdoaria ???

    Mas como sei como são as coisas e as criaturas (Tipo EU) acho q clarismunda perdoa…

    Mas não sem antes dar uma passeada para ver se não tem nenhum rogisberto a solta que fosse um bom substituto… e claro q a competição faria romualdo um cafa muito mais cuidadoso… ;)

    01/04/2011 às 16:54

    • Menina Misteriosa

      Similar,
      Excesso de sacanagem, isso sim! ;)
      Hum… acho que tem autor que ouviu seu pedido!
      Seja bem vinda!

      07/04/2011 às 09:43

  14. O que seria da monogamia sem a diversidade poligâmica?

    01/04/2011 às 22:06

    • Menina Misteriosa

      Mirian,
      Vou deixar que a “Fidelidade Canina” nos mostre o que pode ser com! ;)
      Beijo
      (e muito obrigada!)

      07/04/2011 às 09:44

  15. é as mulheres falam mesmo mas uma coisa é falar sobre quantas vezes e quanto tempo dura e essas coisinhas [hehehe] outra é ter uma feladaputa de uma amiga dessas, que eu mandava pra PQP muito rápido, ela e o romualdo.

    e deixar escorrendo tá cheio de homem por aí pra fazer igual.
    não marca clarimunda!!

    beijo!

    01/04/2011 às 22:21

    • Menina Misteriosa

      Ah, Cassi… é… esse tipo de conversa aí é diferente, é matemática… podemos aplicar a média simples ou a ponderada… sabe, né, considerando outros fatores… hehehehe
      Existem amigas e “amigas”. Ninguém consegue enganar todo mundo por muito tempo… a gente descobre! =)

      Beijo

      07/04/2011 às 10:34

  16. Beleive me: com este tipo de homem SEMPRE haverá uma pendência.
    Se Clarimunda faz questão de exclusividade, melhor procurar outro, se não, relaxa e aproveita (“que seja infinito enquanto dure”).

    02/04/2011 às 14:12

    • Menina Misteriosa

      Dita,
      Se aceitar que seja sem tentar mudar, não é?
      Porque saber, a gente sabe…
      Bom ter você aqui!
      Beijo

      07/04/2011 às 11:49

  17. Esse negócio de última das últimas parece que nunca dá muito certo. Por isso, eu não levaria esse moço a sério, não.

    Beeeeijos, Menina!

    03/04/2011 às 00:25

    • Menina Misteriosa

      Li,
      Tirar uma casquinha de vez em quando pode? =P
      Beijo

      07/04/2011 às 11:50

  18. então, cadê a continuação?

    04/04/2011 às 11:50

  19. Menina Misteriosa

    Como o Gustavão já adiantou, esse post vai ter continuação!!!!! Merece, né?
    Devo publicar a primeira – sim, teremos mais de uma – ainda essa semana.
    Aguardem!

    04/04/2011 às 12:07

  20. Bela, serão vários desfechos ou partes de uma nevelinha?

    Tenho um desfecho, gostaria de participar.

    E o ditado do alce lá é excelente. Eu e uns amigos costumamos falar de outro ditado: “Não quero. Mas pôr no meu bolso também é demais…”

    P.S.: Acredito piamente em um mal entendido de Clarimunda. E diria pra ela tomar cuidado com essa que inventou toda a história.

    Te tuitei agora. Como disse, quero participar. =)

    04/04/2011 às 12:53

  21. Menina Misteriosa

    Fernando, serão várias contribuições independentes. Cada uma pode trazer um desenlace ou mais possibilidades. Depende do autor.
    Vou adorar publicar seu desfecho! Sua participação é sempre mais que bem vinda aqui!
    Manda brasa… tô esperando!

    Beijo

    04/04/2011 às 14:38

  22. Sergio

    Pra ser o galo do galinheiro, tem que combinar com as galinhas.

    04/04/2011 às 18:22

    • Menina Misteriosa

      Ei, Spammer! ;)

      Para começar, seria bom cantar com os olhos fechados, certo?

      Gostei de te descobrir assim… espirituoso!
      Beijo

      07/04/2011 às 11:52

  23. Quem guenta?
    Eu que não queria uma amiga dessas, quanto a ele tadinho tava se concertando rsrsr vá crendo

    04/04/2011 às 21:38

    • Menina Misteriosa

      Dea,
      Nem quem tem estômago forte. Mas existem os masoquistas… ;)
      Beijo, Vampira!

      07/04/2011 às 11:53

  24. “Se você é um caçador e um alce pega sua arma, atira em si mesmo e se amarra no teto do seu carro, você tem que levá-lo pra casa e comê-lo”.

    Ótima teoria, mas nesse caso, o “alce” se fingiu de morto e pegou nosso herói numa armadilha. Não adianta, eu sempre desconfio quando a esmola é muita, hahahaha…

    Excelente texto, Menina Misteriosa! Teu blog é um dos melhores que eu vivo a ler… :D

    08/04/2011 às 03:23

    • Menina Misteriosa

      Sr. Apêndice… há quem goste de esmolas e mentiras sinceras… Tudo é uma questão de escolha e riscos… ;)
      Muito, muito obrigada!
      Beijo

      18/04/2011 às 14:41

  25. P.S..: que fique claro que não concordo que o cara seja burro. Talvez, amador. Burro, não. Não dá pra bater, intencionalmente, um pênalti pra fora, se o zagueiro fez questão de pôr a mão na bola dentro da área

    Clarimunda deveria ter feito o mesmo. Transado com o último antes do último. Assim, a relação começaria do zero. =)

    13/04/2011 às 12:35

    • Menina Misteriosa

      Tá parecendo a lenda da saideira! ;)

      Quase ingênuo, então, o Romulado?

      Acho que ele precisa de dicas de um cafa profissional, então… hehehehehe

      Beijo, Fernando!

      18/04/2011 às 14:44

  26. Mara Souza Souza

    Presenciei muitas histórias assim, aqui nesse espaço!!!

    Mara

    14/04/2011 às 17:08

    • Menina Misteriosa

      Compartilhe-as com a gente, Mara!

      18/04/2011 às 14:45

  27. Déia

    Homens humpf…mulheres humpf…

    O trágicômico final lavou minha alma kkkk

    bj

    15/04/2011 às 14:12

    • Menina Misteriosa

      Dea,
      Se quiser ela passadinha e engomada, acompanhe com a gente os desfechos! ;)
      Beijo

      18/04/2011 às 14:47

  28. Fala sério, era mais facil perguntar se queria uma menage a trois…

    Saia mais “inteligente” da parte dele.

    Fique com Deus, senhorita Menina Misteriosa.
    Um abraço.

    15/04/2011 às 23:49

    • Menina Misteriosa

      Proposta de menage, assim, fácil, Dani?
      Vai ter marmanjo aqui fazendo fila para saber como funciona… rs
      Beijo

      18/04/2011 às 14:48

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s